Twerkout Revolution – Game Hardstyle

Sou um grande fã do Da Tweekaz desde 2011, quando chamaram a minha porn star favorita, Francesca Le, para fazer as vozes e uma participação no clip oficial da música People Against Porn. Eu achava essa latina sodomita meio sem graça quando ela estreou nos anos 90 e só acompanhava seu trabalho por conta da profissão de crítico pornô, mas depois que se casou com o ator e diretor Mark Wood, se tornou uma milf quarentona poderosa em cenas tórridas de dominação lésbica, podolatria, gang bang e dupla penetração! Com milhões de atrizes na indústria, convidaram a que mais me chamou a atenção desde que tinha deixado o trabalho no XXX e passei a sentir uma simpática identificação com essa dupla de noruegueses.

datweekaz

Tive a oportunidade de acompanhar os excessos do hardstyle in loco na sua era dourada, quando fui cobrir a festa Sensation Black no estádio do Ajax em Amsterdam no distante verão de 2006. Os holandeses estavam meio divididos então, entre a sua tradição hardcore gabber e o jumpstyle, uma novidade mais descompromissada vinda da Bélgica, que na época era mais caracterizada como dança de rua que como um estilo para as pistas. O hardstyle era o meio termo entre a simplicidade do jump e a agressividade do hardcore – mais suave, com melodias uplifting como as dos hinos de club trance, energético mesmo sem ir muito além dos 150 BPM – foi o som do verão nos países baixos. O ídolo máximo do jump era o DJ Coone (mais fácil de memorizar que seu nome verdadeiro – Koen Bauweraerts) que logo fundou seu próprio selo, o Dirty Workz, quartel general de alguns  dos maiores nomes da cena hardstyle como Psyko Punkz e Wasted Penguins.

A habilidade dos Da Tweekaz como compositores (notórios usuários do software FL Studio) é impressionante. Na verdade já eram veteranos de outros estilos como hard house e hard techno e só a partir de 2007 e passaram a produzir hardstyle. Em 2012, os Tweekaz mudaram de vez para a Bélgica, já que os grandes festivais de hardstyle como Defqon 1, Dominator, Ground Zero e Qlimax (só pra ficar entre os maiores) acontecem quase que exclusivamente na Holanda e na Bélgica.

hqdefault

Em 2014 lançaram uma faixa nova por mês pelo selo de Coone, e todas  se tornaram hits nos festivais de hardstyle. Mas enquanto outros produtores abraçariam a rotina entre estúdio e festivais de verão como a consagração derradeira na cena, os Tweekaz continuam inovando e desta vez com um lançamento exclusivo, fora do selo Dirty Workz, bancado pelos próprios – nada de vinil, CD ou arquivo digital – a nova música foi lançada de forma independente na forma de um videogame!

tr01

É um game de dança, no estilo do Dance Dance Revolution, sucesso da Konami desde 1998, com inúmeras versões para arcade e consoles; mas usando como base o software livre Step Mania, que permite editar a seleção de músicas, backgrounds de animação de vídeo e personalizar os elementos da interface. O ideal é jogar com os pés, dançando no tapete plataforma, sincronizando as setas que sobem pela tela com o gabarito fixo enquanto o narrador vai comentando a sua precisão – amazing, perfect, 200 combo!. Da pra fazer isso com as setas do cursor do teclado alfanumérico do seu computador, mas a dificuldade aumenta um pouco. Lembrando que se trata de uma música de hardstyle, que começa a 150 BPM e acelera a cada fase concluída!

tk02

Para o clip oficial de Twerkout Revolution, os Tweekaz chamaram fãs e amigos para uma disputa no estúdio, só no teclado, sem a plataforma de dança. Nesse jogo, algumas teclas precisam ser mantidas pressionadas por toda a duração da nota, algumas em tempo menor, entáo é mais sobre tocar que dançar… lógico que os autores do som apavoraram os convidados:

Faça o download do game via dropbox seguindo esse link

Se eventualmente seu computador apresentar essa mensagem –

The program can’t start because d3dx9_43.dll is missing from your computer

instale o DirectX9, direto do site da Microsoft

Boa diversão! Mas tenha em mente que o game é extremamente difícil e quando estiver começando a conseguir um score decente, vai ser impossível apagar essa música de fundo da sua cabeça – definitivamente foi a maneira mais esperta de se criar um hit!

       Niki Nixon

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + treze =